MUNDO

Rússia descobre exemplares raros de leão-das-cavernas congelados


Cientistas russos descobriram dois exemplares de leão-das-cavernas congelados e extremamente bem preservados. A espécie, cujo nome científico é Panthea spelaea, está extinta há 10 mil anos, por isso estima-se que os exemplares tenham pelo menos essa idade, mas podem ser ainda mais antigos.
Tratam-se de dois filhotes encontrados na República da Iacútia, ou República Sakha, sob o solo permafrost, constituido por gelo e rochas que ficam permanentemente congelados devido às baixas temperaturas da região, no norte da Rússia.
A descoberta foi anunciada pelo jornal "The Siberian Times". Mais detalhes sobre os exemplares devem ser anunciados pela Academia de Ciência da Iacútia em uma apresentação no final de novembro, segundo o jornal.
De acordo com os cientistas, a descoberta pode ajudar a entender por que a espécie entrou em extinção há cerca de 10 mil anos. Isso ainda permanece um mistério, já que o bicho tinha poucos predadores. Descobertas de exemplares dessa espécie são consideradas raras.
O leão-das-cavernas foi um dos maiores felinos que já existiram, medindo cerca de 2,10 m de comprimento, sem contar o rabo.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.