ARTE

Grupo teatral "Lengo Lengo" ensaia peça "Retalhos de uma favela" (EXCLUSIVO)

Grupo Teatral Lengo Lengo no palco do Espaço Arlindo Cruz | FOTO: DOUGLAS FERREGUI / FERREGUION

A peça "Retalhos de uma favela" escrita e dirigida por Rudson Martins, é um texto adaptado de uma música. Essa é a primeira produção do grupo teatral "Lengo Lengo" do Espaço Arlindo Cruz em realengo, zona oeste do Rio de Janeiro.

+ Diário de Gravação: Branca Souza (EXCLUSIVO)

O elenco é composto por alguns atores com experiência e a maioria são novatos. A maioria não tinha nenhuma experiência de interpretação, antes de começar a fazer as oficinas no Espaço Arlindo Cruz.

Intercâmbio 

O Ator Vitor Fernandes, conta que fez oficina no projeto "Nós do Morro", e depois foi abraçado pelo grupo "Lengo Lengo"

- Eu faço teatro desde os meus 12 anos, já fiz no projeto "Nós do Morro", participei de outros diversos projetos e atualmente estou aqui, sendo abraçado por eles.

Questionado sobre como foi a experiência no projeto, Vitor responde:

- Eles tinham um projeto de levar teatro nos colégios, então abracei essa oportunidade e comecei a fazer teatro.

Raiane Batista e Vitor Fernandes | FOTO: DOUGLAS FERREGUI / FERREGUION
 Outra que saiu de um projeto e foi para o "Lengo Lengo" é a atriz Raiane Batista:

- Vou fazer dois anos de teatro, já tinha feito a peça "Um sonho de uma noite de verão", e essa vai ser a minha segunda peça.

Os dois esperam que a peça caem no gosto do público, e que Realengo se divirta com a peça.

O Local

O novo espaço cultural fica localizado na Rua Marechal Joaquim Inácio, embaixo do viaduto de Realengo, em frente ao número 128, onde serão ministradas diversas oficinas de música e dança, entre outras atividades. Ele foi construído em substituição ao antigo centro cultural da região, demolido em 2011, para a construção do novo viaduto sobre a linha férrea, no Campo de Marte.

Grupo Teatral "Lengo Lengo" em reunião | FOTO: DOUGLAS FERREGUI / FERREGUION

O novo espaço possui dois camarins com banheiros, dois depósitos para equipamentos, hall de espera e bilheteria. Além disso, ganhou acessibilidade para cadeirantes e deficientes e paredes com isolamento acústico.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.