BRASIL

Adolescente mata padrasto a facadas e tem ajuda da mãe para se desfazer do corpo



O professor universitário Milton Taidi Sonoda, de 39 anos, encontrado morto no interior de um carro em chamas, no dia 18 de maio, em São Carlos (SP), foi assassinado pela própria mulher e sua filha, enteada dele, segundo a Polícia Civil informou nesta quarta-feira (1º). O crime teria sido motivado por dinheiro.

A enteada, de 17 anos, confirmou em depoimento ter matado o padrasto com três facadas após tê-lo sedado. A viúva, a advogada Milene Estácio da Silva, de 36 anos, negou participação no assassinato, mas confirmou ter ajudado a filha a se desfazer do corpo.

As duas pretendiam enterrar o corpo, mas o carro ficou sujo com o sangue da vítima e elas optaram por incendiar o veículo.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.