BRASIL

STF marca julgamento de denúncia contra Gleisi e Paulo Bernardo para terça



Após vários adiamentos, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para a próxima terça-feira (27) o julgamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

Em maio, Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo foram denunciados ao Supremo sob a acusação de terem recebido R$ 1 milhão para campanha da senadora em 2010. De acordo com depoimentos de delatores na Operação Lava Jato, o valor é oriundo de recursos desviados de contratos da Petrobras. Ambos foram citados nas delações do doleiro Alberto Youssef.

A denúncia contra Gleisi e o marido ao Supremo foi apresentada por Rodrigo Janot, procurador-geral da República. O casal foi indiciado pela Polícia Federal (PF) por corrupção passiva.

A PF sustenta que Paulo Bernardo pediu o dinheiro a Paulo Roberto Costa. Durante dez anos, Costa comandou a Diretoria de Abastecimento da estatal petrolífera. Indicado pelo PP para o cargo, foi o precursor do esquema de propinas na Petrobras, segundo a força-tarefa da Lava Jato.

A operação de entrega dos recursos para a campanha de Gleisi ficou a cargo do doleiro Yousseff, de acordo com as investigações. O dinheiro teria sido repassado por um empresário de Curitiba. A PF concluiu que Paulo Bernardo sabia da origem ilícita do dinheiro.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.