BRASIL

Cabral (ladrão) é transferido para Bangu com direito a fogos



A prisão de Cabral ocorreu por volta das 6h, quando a Polícia Federal (PF) cumpriu ordem judicial decorrente da Operação Calicute, que é um desdobramento da Lava Jato. Antes de ser levado ao complexo prisional, ele ficou por volta de 11 horas na sede regional da PF no Rio de Janeiro.

Ao chegar à penitenciária, um grupo com aproximadamente 30 manifestantes o aguardava com fogos de artifício e espumantes para comemorar a detenção.

O MPF afirma que o ex-governador recebia “mesada” no valor de R$ 350 mil por parte da Andrade Gutierrez e R$ 200 mil da Carioca Engenharia. No segundo mandato, o montante mensal teria aumentado para R$ 500 mil, de acordo com as investigações.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.